Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Page Rank


PageRank

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES DE VALVULAS A MOLÉCULAS

A máquina de Turing
Uma máquina de Turing recebe códigos em seqüência binária, 0101110011, e executa quatro operações distintas para processar uma resposta: Transformar 1 em 0, 0 em 1, mover para frente ou mover para trás na seqüência de informações. Todo computador digital, por mais rápido que seja ou por mais complexo que se organize, se reduz a uma simples máquina de Turing.

Da mesma forma, a molécula de DNA é organizada por uma série de ácidos nucléicos organizados e dispostos seqüencialmente. É possível, portanto, converter os códigos binários em códigos de DNA. Poderíamos estabelecer, por exemplo, que ATACG = 1 e TACCG = 0. E então, através de processos químicos, usando enzimas de restrição e reações em cadeia polimerase para produzir seqüências de DNA, é possível reproduzir todas as operações de uma máquina de Turing. Desenvolvida a tecnologia, estima-se que meio quilo de moléculas de DNA (suspensas em mil litros de liquido, que ocuparia cerca de um metro cúbico) poderia armazenar mais memória que todos os computadores já fabricados.

Teria cem trilhões de vezes a capacidade do cérebro humano. Além disso, meros 28 gramas de DNA poderiam ser cem mil vezes mais rápidos que o supercomputador mais rápido dos Estados Unidos.

EVOLUÇÃO DOS COMPUTADORES DE VALVULAS A MOLÉCULAS

A máquina de Turing
Uma máquina de Turing recebe códigos em seqüência binária, 0101110011, e executa quatro operações distintas para processar uma resposta: Transformar 1 em 0, 0 em 1, mover para frente ou mover para trás na seqüência de informações. Todo computador digital, por mais rápido que seja ou por mais complexo que se organize, se reduz a uma simples máquina de Turing.

Da mesma forma, a molécula de DNA é organizada por uma série de ácidos nucléicos organizados e dispostos seqüencialmente. É possível, portanto, converter os códigos binários em códigos de DNA. Poderíamos estabelecer, por exemplo, que ATACG = 1 e TACCG = 0. E então, através de processos químicos, usando enzimas de restrição e reações em cadeia polimerase para produzir seqüências de DNA, é possível reproduzir todas as operações de uma máquina de Turing. Desenvolvida a tecnologia, estima-se que meio quilo de moléculas de DNA (suspensas em mil litros de liquido, que ocuparia cerca de um metro cúbico) poderia armazenar mais memória que todos os computadores já fabricados.

Teria cem trilhões de vezes a capacidade do cérebro humano. Além disso, meros 28 gramas de DNA poderiam ser cem mil vezes mais rápidos que o supercomputador mais rápido dos Estados Unidos.
←  Anterior Proxima  → Inicio

Total de visualizações

Seguidores