Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Page Rank


PageRank

COMANDOS DO DOS:

COMO ACESSAR O DOS
Para acessar o DOS existe, basicamente, 3 formas. Se você estiver no Windows 98, basta clicar em Iniciar/Desligar e escolher "Reiniciar o computador em modo MS-DOS". Outra forma no Windows é, clicar em Iniciar/Programas e selecionar "Prompt do MS-DOS". Mas está última acessará o DOS com o Windows ainda carregado, o que significa que alguns comandos podem não funcionar. Se estiver com o computador desligado e quiser ir direto para o DOS, sem passar pelo Windows, fique clicando em F8 até um lista aparecer. Escolha "Somente Prompt de Comando", que normalmente é o penúltimo item.

COMANDOS DO DOS:
DATE
Comando que atualiza a data do sistema operacional:

TIME
Comando que atualiza a hora do sistema operacional:

VER
Comando que mostra a versão do sistema operacional:

DIR
Comando que mostra a lista de arquivos de um diretório (pasta). Este comando pode conter algumas variações para obter-se uma resposta diferente:
* /P Lista o diretório com pausa, usado quando a pasta encontra-se com v�rios arquivos.
* /W Lista o diretório na horizontal.
* / ? Lista todas as opções do comando DIR.

CLS
Comando que limpa a tela e deixa o cursor no canto superior esquerdo:

MKDIR ou MD
Comando que cria um diretório a partir da pasta corrente com o nome especificado:
Sintaxe: MD [caminho] { Nome } ou MKDIR [caminho] { Nome }

CHDIR ou CD
Comando que muda um subdiretório corrente a partir do diretório atual:
Sintaxe: CD [caminho] ou CHDIR [caminho]

RMDIR ou RD
Comando que remove um subdiretório a partir do drive corrente. O subdiretório somente será eliminado se não conter nenhum arquivo ou subdiretório em seu interior:
Sintaxe: RD [caminho] ou RMDIR [caminho]

TREE
Comando que exibe graficamente a árvore de diretórios e subdiretórios a partir do diretório-raiz para que o usuário tenha a organização hierarquia do seu disco. Este comando pode conter algumas variações para obter-se um resultado diferente:
* /F Exibe a árvore de subdiretórios, mostrando também os arquivos existentes dentro dele.
* /A Instrui o comando TREE a usar os caracteres gráficos disponíveis em todas as Páginas de Código e permite um processo de impressão mais rápido.

CHKDSK
Comando que checa o disco mostrando informações sobre este na tela:
Sintaxe: CHKDSK [unidade:]

MEM
Comando que fornece informações sobre a memória:

RENAME ou REN
Comando que faz a renomeação (TROCA) do nome ou extensão de um arquivo a partir do drive corrente:
Sintaxe: RENAME ou REN [unidade:] [caminho] { Nome Antigo } { Nome Novo }

COPY
Comando que copia um arquivo ou grupo de arquivos de uma ORIGEM para um DESTINO:
Sintaxe: COPY [unidade:] [caminho] { Nome Origem } [unidade:] [caminho] { Nome Destino }

DISKCOPY
Quando necessitamos fazer uma cópia das informações de um disquete, podemos utilizar o comandos Diskcopy. Este comando faz a duplicação de um disco, sendo que os dois discos devem possuir o mesmo tamanho e capacidade. Este comando só permite a duplicação de discos flexíveis. Além disso, este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente:
* /V = Faz a verificação durante a duplicação do disco.
Sintaxe: DISKCOPY [unidade:] [unidade:] /V

XCOPY
Comando que copia arquivos seletivamente, lendo em sub-diretórios diferentes na origem e podendo criar os sub-diretórios na unidade de destino, se assim for desejado. Este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente:
* ORIGEM Drive, caminho e nome dos arquivos de origem.
* DESTINO Drive, caminho e nome dos arquivos de destino.
* /M Copia os arquivos de origem e os "marca".
* /D: data Copia os arquivos de origem que foram modificados na data definida em
"data" ou depois dela, (mm,dd,yy é o formato default")
* /S Copia os arquivos em diretórios e subdiretórios, a não ser que estejam vazios.
* /E Copia os subdiretórios mesmo que estejam vazios.
Sintaxe: XCOPY [ ORIGEM] [DESTINO] /M /D:data /S /E /V

MOVE
Comando que tem duas funções: Renomear diretórios ou mover arquivos de um diretório para outro:
Sintaxe: MOVE [unidade:] [caminho] [nome antigo] [nome novo] ou [Origem] [Destino]

TYPE
Comando que exibe o conteúdo de um determinado arquivo:
Sintaxe: TYPE [unidade:] [CAMINHO] { Nome do Arquivo }

MORE
Comando que exibe o conteúdo de um determinado arquivo, fazendo uma pausa cada vez que a tela é preenchida:
Sintaxe: MORE < [unidade:] [caminho] { Nome do Arquivo }

FORMAT
Antes de utilizar ou reutilizar um disco novo, você precisa prepará-lo para receber as informações e, essa preparação do disco é chamada de formatação, que tem a função de redefinir trilhas e setores na superfície magnética do disco. Num disco formatado podemos copiar um arquivo, um diretório de vários arquivos ou até um disco inteiro. A formatação deve ser aplicada com cuidado pois destrói o conteúdo anterior do disco. Este comando pode conter algumas variações para obter-se uma resposta diferente:
/S Formata o disco na unidade especificada e insere o Sistema Operacional DOS
/4 Formata o disquete de baixa densidade em drives de alta densidade
/Q Formata rapidamente o disco da unidade (Formatação Rápida)
/U formata o disco da unidade independente da condição (UNCONDICIONABLE)
Sintaxe: FORMAT [unidade:] /Q /U /S /4

UNFORMAT
Caso aconteça de você formatar um disco por acidente, o MS-DOS permite a recuperação das informações, há não ser que você tenha utilizado o parâmetro /U em sua formatação. O comando UNFORMAT recupera as informações de um disco formatado. Este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente:
/L Recupera as informações de um disco, mostrando a lista de arquivos e diretórios
/TEST Lista todas informações, mas não refaz o disco
Sintaxe: UNFORMAT [unidade:] /L /TEST /P

DEL ou DELETE
Comando que faz a eliminação de arquivos:
Sintaxe: DEL [unidade] [caminho] { Nome do Arquivo }

UNDELETE
No desenvolvimento diário de suas tarefas do dia a dia é muito comum você apagar um ou mais arquivos, e depois descobrir que aquele(s) arquivo(s) era(m) importante(s). A partir da versão 5.0 do MS-DOS houve a implantação de um comando muito útil chamado Undelete, que nos permite (às vezes...) recuperar estes arquivos. Existem versões deste utilitário para o MS-DOS ou MS-Windows:
Sintaxe: UNDELETE [unidade:] [caminho] { Nome do Arquivo }

DELTREE
Comando que apaga um ou mais subdiretórios do disco a partir do diretório corrente:
O comando deltree apaga todos os arquivos e subdiretórios dentro de um diretório de uma só vez. Como precaução ele sempre exibirá uma mensagem na tela perguntando se você realmente deseja apagar.

COMANDOS DO DOS:

COMO ACESSAR O DOS
Para acessar o DOS existe, basicamente, 3 formas. Se você estiver no Windows 98, basta clicar em Iniciar/Desligar e escolher "Reiniciar o computador em modo MS-DOS". Outra forma no Windows é, clicar em Iniciar/Programas e selecionar "Prompt do MS-DOS". Mas está última acessará o DOS com o Windows ainda carregado, o que significa que alguns comandos podem não funcionar. Se estiver com o computador desligado e quiser ir direto para o DOS, sem passar pelo Windows, fique clicando em F8 até um lista aparecer. Escolha "Somente Prompt de Comando", que normalmente é o penúltimo item.

COMANDOS DO DOS:
DATE
Comando que atualiza a data do sistema operacional:

TIME
Comando que atualiza a hora do sistema operacional:

VER
Comando que mostra a versão do sistema operacional:

DIR
Comando que mostra a lista de arquivos de um diretório (pasta). Este comando pode conter algumas variações para obter-se uma resposta diferente:
* /P Lista o diretório com pausa, usado quando a pasta encontra-se com v�rios arquivos.
* /W Lista o diretório na horizontal.
* / ? Lista todas as opções do comando DIR.

CLS
Comando que limpa a tela e deixa o cursor no canto superior esquerdo:

MKDIR ou MD
Comando que cria um diretório a partir da pasta corrente com o nome especificado:
Sintaxe: MD [caminho] { Nome } ou MKDIR [caminho] { Nome }

CHDIR ou CD
Comando que muda um subdiretório corrente a partir do diretório atual:
Sintaxe: CD [caminho] ou CHDIR [caminho]

RMDIR ou RD
Comando que remove um subdiretório a partir do drive corrente. O subdiretório somente será eliminado se não conter nenhum arquivo ou subdiretório em seu interior:
Sintaxe: RD [caminho] ou RMDIR [caminho]

TREE
Comando que exibe graficamente a árvore de diretórios e subdiretórios a partir do diretório-raiz para que o usuário tenha a organização hierarquia do seu disco. Este comando pode conter algumas variações para obter-se um resultado diferente:
* /F Exibe a árvore de subdiretórios, mostrando também os arquivos existentes dentro dele.
* /A Instrui o comando TREE a usar os caracteres gráficos disponíveis em todas as Páginas de Código e permite um processo de impressão mais rápido.

CHKDSK
Comando que checa o disco mostrando informações sobre este na tela:
Sintaxe: CHKDSK [unidade:]

MEM
Comando que fornece informações sobre a memória:

RENAME ou REN
Comando que faz a renomeação (TROCA) do nome ou extensão de um arquivo a partir do drive corrente:
Sintaxe: RENAME ou REN [unidade:] [caminho] { Nome Antigo } { Nome Novo }

COPY
Comando que copia um arquivo ou grupo de arquivos de uma ORIGEM para um DESTINO:
Sintaxe: COPY [unidade:] [caminho] { Nome Origem } [unidade:] [caminho] { Nome Destino }

DISKCOPY
Quando necessitamos fazer uma cópia das informações de um disquete, podemos utilizar o comandos Diskcopy. Este comando faz a duplicação de um disco, sendo que os dois discos devem possuir o mesmo tamanho e capacidade. Este comando só permite a duplicação de discos flexíveis. Além disso, este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente:
* /V = Faz a verificação durante a duplicação do disco.
Sintaxe: DISKCOPY [unidade:] [unidade:] /V

XCOPY
Comando que copia arquivos seletivamente, lendo em sub-diretórios diferentes na origem e podendo criar os sub-diretórios na unidade de destino, se assim for desejado. Este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente:
* ORIGEM Drive, caminho e nome dos arquivos de origem.
* DESTINO Drive, caminho e nome dos arquivos de destino.
* /M Copia os arquivos de origem e os "marca".
* /D: data Copia os arquivos de origem que foram modificados na data definida em
"data" ou depois dela, (mm,dd,yy é o formato default")
* /S Copia os arquivos em diretórios e subdiretórios, a não ser que estejam vazios.
* /E Copia os subdiretórios mesmo que estejam vazios.
Sintaxe: XCOPY [ ORIGEM] [DESTINO] /M /D:data /S /E /V

MOVE
Comando que tem duas funções: Renomear diretórios ou mover arquivos de um diretório para outro:
Sintaxe: MOVE [unidade:] [caminho] [nome antigo] [nome novo] ou [Origem] [Destino]

TYPE
Comando que exibe o conteúdo de um determinado arquivo:
Sintaxe: TYPE [unidade:] [CAMINHO] { Nome do Arquivo }

MORE
Comando que exibe o conteúdo de um determinado arquivo, fazendo uma pausa cada vez que a tela é preenchida:
Sintaxe: MORE < [unidade:] [caminho] { Nome do Arquivo }

FORMAT
Antes de utilizar ou reutilizar um disco novo, você precisa prepará-lo para receber as informações e, essa preparação do disco é chamada de formatação, que tem a função de redefinir trilhas e setores na superfície magnética do disco. Num disco formatado podemos copiar um arquivo, um diretório de vários arquivos ou até um disco inteiro. A formatação deve ser aplicada com cuidado pois destrói o conteúdo anterior do disco. Este comando pode conter algumas variações para obter-se uma resposta diferente:
/S Formata o disco na unidade especificada e insere o Sistema Operacional DOS
/4 Formata o disquete de baixa densidade em drives de alta densidade
/Q Formata rapidamente o disco da unidade (Formatação Rápida)
/U formata o disco da unidade independente da condição (UNCONDICIONABLE)
Sintaxe: FORMAT [unidade:] /Q /U /S /4

UNFORMAT
Caso aconteça de você formatar um disco por acidente, o MS-DOS permite a recuperação das informações, há não ser que você tenha utilizado o parâmetro /U em sua formatação. O comando UNFORMAT recupera as informações de um disco formatado. Este comando pode conter variações para obter-se uma resposta diferente:
/L Recupera as informações de um disco, mostrando a lista de arquivos e diretórios
/TEST Lista todas informações, mas não refaz o disco
Sintaxe: UNFORMAT [unidade:] /L /TEST /P

DEL ou DELETE
Comando que faz a eliminação de arquivos:
Sintaxe: DEL [unidade] [caminho] { Nome do Arquivo }

UNDELETE
No desenvolvimento diário de suas tarefas do dia a dia é muito comum você apagar um ou mais arquivos, e depois descobrir que aquele(s) arquivo(s) era(m) importante(s). A partir da versão 5.0 do MS-DOS houve a implantação de um comando muito útil chamado Undelete, que nos permite (às vezes...) recuperar estes arquivos. Existem versões deste utilitário para o MS-DOS ou MS-Windows:
Sintaxe: UNDELETE [unidade:] [caminho] { Nome do Arquivo }

DELTREE
Comando que apaga um ou mais subdiretórios do disco a partir do diretório corrente:
O comando deltree apaga todos os arquivos e subdiretórios dentro de um diretório de uma só vez. Como precaução ele sempre exibirá uma mensagem na tela perguntando se você realmente deseja apagar.

←  Anterior Proxima  → Inicio

Total de visualizações

Seguidores